Óculos de sol - tudo o que você precisa saber antes de comprar

Pense em tudo o que te faz escolher um óculos de sol. Pensou?

“O modelo redondo não combina com o tal tipo de rosto”. “Este é mais estiloso”. “Não gosto dessa cor”.“Acho que esse não ficou legal”.“Prefiro espelhado, ou esse modelo que está mais na moda”.

Pois é, escolher esses modelos de óculos de sol talvez não seja tão fácil assim…

Mas, deixa eu te falar uma coisa: esqueça todas elas, por enquanto!

Na verdade, seus critérios iniciais devem ser outros, bem mais importantes e nós vamos te ajudar a encontrar um modelo legal!

Escolhendo o óculos de sol

Escolher um óculos de sol é sinônimo de ter saúde. O óculos que você escolhe hoje impacta diretamente na sua visão.

Isso porque o principal objetivo dos óculos de sol é proteger os nossos olhos não apenas do sol em si, mas principalmente dos raios UV, que podem prejudicar a nossa visão a ponto de perdê-la (sim, isso é bem grave!).

Por isso, é importante que você se atente aos critérios certos para escolher o melhor tipo de óculos possível.

Aliás, já vamos avisando! Óculos de sol barato é bonito, é fácil de achar em qualquer lugar, mas se nem sempre eles contam a proteção que seus olhos precisam do sol e isso é grave.

Infelizmente, eles não têm o menor cuidado com as lentes, e deixa nossos olhos reféns dos raios UV. Em contrapartida, nem tudo está perdido.

Não quer dizer que só os óculos de sol caros que são bons.

Existem modelos bem acessíveis, que além de fazer o óculos de sol comum, também é possível combinar seu óculos de sol com grau. I

nclusive, você vai entender qual a importância de cada lente colorida e qual sua real finalidade (preta, cinza, marrom, amarela…).

Calma! Parece muita informação, mas vamos te ajudar a entender tudo o que você precisa para ter o seu óculos de sol!

Vamos lá?

Óculos de sol com proteção UVA e UVB

Os raios UV (ou seja, ultravioletas) são os raios que chegam até nós por meio da luz solar.

Antes disso acontecer, eles passam por buracos na camada de ozônio, atravessam estes buracos, penetram na luz solar e nossos olhos os absorvem.

Principalmente, entre às 10h da manhã e às 16h da tarde.

Existem dois tipos de raios UV: o raio UVA e o raio UVB. A exposição a esses raios pode causar sérias consequências, que vão além das já conhecidas queimaduras, ou o câncer de pele.

  • Raios UVA: Os raios UVA são capazes de penetrar a camada mais profunda dos nossos olhos, podendo provocar degeneração macular (uma alteração na visão central).
  • Raios UVB: Mais perigosos ainda, os rios UVB danificam as córneas e o cristalino, responsáveis pela absorção das luzes nos nossos olhos.

Quando (e como) surgiram os óculos de sol?

Sábio era quem inventou o óculos de sol: a princípio, não tinha nenhuma finalidade estética – apenas medicinal.

O surgimento das primeiras lentes vieram da China e utilizadas pelo imperador Nero, no século I.

Elas eram verdes e tingidas de chá para tratar conjuntivite.

Eram também grandes, grossas e pesadas, para proteger os olhos do imperador da claridade, enquanto ele assistia às lutas romanas na arena.

A partir daí, os óculos de sol foram evoluindo: na Alemanha do século XVIII, as mesmas lentes pesadas passaram a ser duas pela primeira vez.

No século seguinte, a França implementou o apoio de nariz.

E, assim, chegamos às marcas mais famosas do mundo, e seus modelos clássicos.

A Prada, pioneira com os óculos de sol e de grau em 1913, a Ray Ban nos anos 30 com o seu famoso modelo antirreflexo, a Dior em 1946 trazendo o que havia de mais moderno no design de óculos de sol, e a Oakley, nos anos 70, com seu modelo especial para esportes.

Agora, vou detalhar para você um pouco mais a história destas marcas (que são muito interessantes!) e seus modelos de óculos de sol mais famosos.

Olha só!

Prada

Fundada pelos irmãos Martino e Mario Prada em 1913.

Artesãos acostumados a atender a elite europeia, expandiram a marca e foram os pioneiros a lançar a primeira coleção de óculos de sol e de grau nos anos 2000.

Até hoje, o modelo é referência no mundo da moda.

Ray Ban

Surgiu na década de 30.

O coronel do Corpo Aéreo dos Estados Unidos, McCready, estava preocupado com a visão dos pilotos, que voavam em altitudes cada vez mais altas.

Os óculos utilizados nos voos embaçavam muito, reduziam a visibilidade e não protegiam os olhos dos pilotos.

Por isso, ele requisitou à uma empresa de equipamentos médicos de Nova York (Bausch & Lomb), que criasse um novo modelo de óculos, que cortasse o brilho externo sem prejudicar a visão dos pilotos.

Então, em 1936, foi criado o protótipo da Anti-Glare, um óculos com armação de plástico e lentes verdes, conhecido por ter um antirreflexivo extremamente eficiente (perfeito para as condições de voo dos pilotos).

Dior

Christian Dior, ícone da moda, deu início aos seus trabalhos fazendo desenhos e croquis amadores para galerias e para a alta costura, até expandir o seu negócio em 1946.

Prezando sempre pela modernidade, fez a marca crescer a ponto de não se dedicar apenas à um segmento: além de um dos estilos de roupas mais conhecidas do mundo, passou a vender também acessórios, como óculos de sol.

Oakley

Um fã, um obcecado por esporte, como quiser chamar.

Mas essa paixão fez Jim Jannard abrir mão da faculdade e fazer um laboratório na garagem, em 1970. Mas, se engana quem pensa que o foco inicial eram os acessórios.

Na garagem, Jim fazia de tudo: consertava bicicletas, cuidava da parte de proteção para quem andava de bicicleta (o guidão!), e, com isso, desenvolveu um modelo de óculos de sol para quem praticava esportes.

Fonte: https://lenscope.com.br/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *