Quando você era criança, é bem provável que tenha se divertido muito trocando roupinhas de bonecas e pensando em cada look como se fosse único. Que tal se essas brincadeiras fossem feitas com você?

Foi o que imaginou Jeni Ni, co-fundadora do Frilly, um novo site de roupas femininas sob medida que permite que os clientes personalizem cada peça de vestuário. E o melhor: a empresa faz entregas no Brasil.

A ideia nasceu após a norte-americana refletir sobre quantas vezes desistiu de peças pelas quais se apaixonou por não gostar de certos cortes, tecidos, cores, entre outros detalhes.

O Frilly permite que você personalize cada detalhe

O site funciona como um ateliê da era digital, no qual o alfaiate é o próprio cliente, que pode personalizar sua nova peça sem sair de casa.

O e-commerce demorou cerca de três anos no desenvolvimento do software que permite brincar de designer. A experiência é tão pessoal que os interessados conseguem criar peças quase únicas, personalizando todos os mínimos detalhes da roupa e garantindo a exclusividade.

Jenny Slip Dress com opções de gola

Look criado pela blogueira Chriselle Lim

Produção da marca Cult Classics com jaqueta de couro estilo motociclista

O Frilly só nasceu graças a um time de designers dispostos a dar uma mãozinha aos fashionistas de plantão. Os atuais diretor criativo e designer sênior da marca vieram de grifes como Marc Jacobs e Calvin Klein, respectivamente.

O site conta com quatro submarcas, que carregam estilos totalmente diferentes. São mais de 50 modelos disponíveis, entre calças, vestidos, saias e camisas, livres para sofrerem alterações de tecidos, cores, mangas, golas, barras e até cortes.

Os preços das peças são definidos de acordo com cada customização, variando de U$58 a U$2000, cerca de R$180 a R$6500.

É, as brincadeiras da infância pareciam ser tão mais baratas…

 

Fonte: CATRACA LIVRE

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *