Como escolher sua caixa de som?

Com as caixas de som Bluetooth cada vez mais acessíveis, o segmento tem estado bem movimentado, atraindo ainda mais clientes em potencial, curiosos e, naturalmente, leigos que desejam um produto do tipo e não têm ideia de quais aspectos levar em consideração antes de realizar a compra.

Pensando nesse público, o Promobit fez um guia prático com dicas e sugestões para que cada um possa comprar a melhor caixa de som, escolhendo aquela com qualidades que atendam as expectativas e supram suas necessidades da melhor forma.

Caixa de som com graves potentes ou som balanceado?

É na qualidade sonora onde os produtos desta categoria mais se diferenciam, afinal, é a principal característica do segmento e cada aparelho deve ter suas próprias características para não ser só mais um entre muitos.

Normalmente, o primeiro aspecto que clientes observam antes de comprar sua caixa de som são os graves apresentados por ela. Modelos que dão destaque às frequências baixas não faltam no mercado, no entanto, muitas vezes, os aparelhos que destacam graves são os que mais deixam a desejar em performance sonora.

Embora os graves sejam importantes, escute com atenção e note se é possível identificar outros instrumentos em meio às batidas, se as vozes dos cantores estão claras e se não há chiados na reprodução. Caixas de som com muitos graves temos aos montes; já caixas de som com bons graves e som balanceado são mais difíceis de se encontrar.

É claro que tudo depende da sua preferência pessoal. Caso possa testar os produtos pessoalmente antes de comprá-los, perfeito! Caso não possa, peça ajuda a alguém que já possui o produto ou tem gosto parecido com o seu e que entenda do assunto.

Recomendamos também que, caso esteja fazendo a aquisição com certo receito, compre a caixa de som pela internet para poder devolvê-la em até sete dias caso não goste: o direito de arrependimento garante essa possibilidade.

O tamanho do ambiente

O tamanho do ambiente onde a caixa de som será usada é um dos primeiros pontos que você deve levar em consideração antes de comprar a sua. Mas por que isso é importante?

Para que o ambiente seja preenchido da melhor forma e todos que estiverem lá possam aproveitar a música que está tocando, o som deve chegar até elas, o que significa que a caixa de som deve ter potência suficiente para que o áudio atravesse este ambiente e chegue com qualidade aos ouvidos de alguém que esteja no outro extremo dele.

Em aparelhos de áudio, essa potência é dada em Watts RMS, que representam a potência média que o aparelho pode apresentar com baixo nível de distorção harmônica, em explicação simples.

Normalmente, caixas de som seguem certos padrões de potência média, indo de 3 a 40 W RMS. Em tese, quanto maior este número, maior é o ambiente que o speaker é capaz de atender, o que torna caixas de som de 3W RMS indicadas para reprodução de músicas em ambientes pequenos, como sua sala, quarto ou carro, e modelos de 40W RMS indicados para eventos em ambientes externos, como uma festa ao redor da piscina, na praia ou um acampamento com muitas pessoas.

Vale frisar que potência média não deve ser confundida e interpretada como qualidade de áudio. Maior volume não significa melhor qualidade, portanto não se deixe enganar pelos números no momento de escolher sua caixa de som.

Tenha uma ideia do tamanho do ambiente no qual o speaker será usado e você já terá alguma noção de que tipo de produto deverá adquirir, sabendo que uma caixa de 3 W não servirá para festas em ambientes abertos e que uma de 16 W talvez seja um pouco demais para ouvir apenas em um quarto minúsculo.

A duração da bateria

Outro ponto importante a levar em conta é a duração da bateria da caixa de som, caso seja um modelo Bluetooth. Após decidir onde e em quais situações o produto será usado, você terá uma ideia básica de quanto tempo irá utilizá-lo e poderá optar por aquele que possua bateria com autonomia dentro do que você espera. Mas é bom conferir relatos de quem já possui o produto.

O tempo informado pela fabricante nem sempre condiz com o que obtemos do aparelho no uso real, portanto não se apegue apenas a estes números quando for comprar sua caixa de som Bluetooth. Baterias que deveriam durar 5 horas podem muito bem durar 3 dependendo da música reproduzida e do volume.

Falando com pessoas que já possuem o speaker que deseja comprar você poderá saber a autonomia real do produto sob uso habitual, podendo certificar-se de que ele realmente irá lhe atender.

Proteção contra água

Você costuma realizar festas ao redor de uma piscina — não importa o tamanho dela — ou próximas a lagos? Caso a resposta seja sim, considere a compra de uma caixa de som que possua proteção contra respingos ou seja a prova d’água.

A proteção contra respingos garante que a sua caixa de som não irá queimar caso seja deixada na chuva ou caia na água. É possível até lavar embaixo da torneira modelos com tal proteção, o que faz deles boas opções para quem deseja um speaker para ouvir música no banho, por exemplo.

Já a proteção contra água dependerá do selo dado ao produto. Equipamentos com selo iPX8, por exemplo, podem ser mergulhados continuamente na água em até 1 metro de profundidade.

As condições variam de produto para produto, por isso, mesmo que dois modelos sejam a prova d’água e tenham a mesma proteção, as condições de uso na água podem ser diferentes dependendo da construção e dos testes realizados pela fabricante.

Conexões

Quer utilizar a caixa de som para reproduzir músicas a partir de um pen drive? Ou um produto que sirva também para recarregar seu smartphone quando necessário? Analisar as conexões disponíveis no equipamento antes da compra também é uma boa pedida para evitar que ele não atenda suas necessidades.

Normalmente, caixas de som Bluetooth ou com fio baratas possuem apenas porta de áudio auxiliar para conectar-se a smartphones, TVs e outros eletrônicos. Modelos mais caros já trazem portas USB ou microUSB que podem oferecer mais opções para quem deseja uma conexão com fios entre equipamentos.

Muitos dos speakers atuais já trazem microfone integrado com cancelamento de ruídos e integração com assistentes inteligentes, como o Google Assistente e a Siri.

O que importa no visual

Embora seja de nosso interesse ter um produto com design bonito, deixar-se levar pelo visual é um dos maiores erros que podemos cometer. Após considerar todos os pontos levantados aqui e encontrar a caixa de som ideal para você, escolha entre as diferentes opções de cor que a fabricante oferecer e não a troque por outro modelo apenas porque este novo lhe pareceu mais bonito.

Caso queira realmente algo com maior apelo visual, opte por produtos com características visuais que sejam também funcionais. Por exemplo, o prendedor da JBL Clip 2, que além de diferenciar o modelo dos concorrentes, dá mais segurança para quem usa.

Alguns aparelhos contam com edições especiais, mais caras e limitadas, sendo também ótimas opções para quem deseja algo que se destaque visualmente. Normalmente, são cores diferentes dos padrões habituais ou pequenas mudanças estruturais, como um suporte que permite a utilização do produto na vertical.

fonte: Promobit

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *